quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Toda uma vida sem trocarem um único olhar... E de repente ele estava ali estático ao lado de seu corpo olhando fixamente para aquele rosto inerte e pálido, para aqueles olhos preenchidos absurda e paradoxalmente pela luz da morte.

Adeilton Lima

Nenhum comentário: