sábado, 5 de dezembro de 2015

Até que um dia a rima
rompeu com o poema
e se assumiu verso livre...
foi fonema pra todo lado!


Adeilton Lima

Nenhum comentário: