quarta-feira, 1 de julho de 2015

Um gesto
de adeus
é tão abissal
quanto colossal
é o abraço no calor
dos afetos


Nenhum comentário: