terça-feira, 5 de abril de 2011

A poesia é uma espécie de abalo sísmico da alma. As consequências são imensuráveis...


Adeilton Lima

Nenhum comentário: