sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Galo


Gargalo
de garrafa
na garganta
do galo...
Um brinde!
Um bater de asas!
Um canto!
Um gole de vida
Ecoando...
Adeilton Lima

Nenhum comentário: