terça-feira, 11 de maio de 2010

Antonin Artaud

“Não sou daqueles que acham que a civilização deve transformar-se para que o teatro se transforme; mas acredito que o teatro, utilizado em seu sentido superior e mais difícil, tenha a capacidade de influir no aspecto e na formação das coisas; e o encontro em cena de duas manifestações passionais, dois espaços vivos, dois magnetismos nervosos, é qualquer coisa de tão íntegro, tão verdadeiro, tão determinante quanto, no plano da vida, o encontro de duas epidermes num estupro sem amanhã.”

Nenhum comentário: