sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

O Menino e a Árvore

Agora tudo é imagem
Nas águas do rio
correndo na memória.
Matinê de domingo
Ruas, ruelas e becos
das cidades do interior
Aqui dentro, lá fora...
A imagem da infância
A imagem da velhice
A imagem-Ser
O tempo ágil das formigas
dos sapos, das lagartixas
e dos caramujos
O som de um gramofone
no alto de uma árvore
esculpindo pássaros
Pedras e flores
O avô-árvore da floresta
O homem no sonho das águas
reencontrando o menino
Terceira margem
Trapézios sobre o entardecer
Talvez no dorso de um jabuti
mergulho e vôo
No imaginário
Agora tudo é alma!

Adeilton Lima

Um comentário:

Lelê Teles disse...

ah, adoro esse. é lindo. leve. sensorial.